segunda-feira, 5 de abril de 2010

Vista-se completamente, inclusive com sapatos de amarrar

É fácil, fácil esquecermos de nós e irmos direto às nossas tarefas diárias sem nos preocuparmos com nossa aparência. Estamos em casa, queremos e devemos ficar confortável. A pior coisa é aquela roupa apertada ou sapatos que machuquem nosso pé. Quando vou para o escritório até me permito isso algumas vezes, mas quando chego em casa o que quero é conforto.

O legal do método FLY é que ele cuida também da gente. Ele preocupa também com nossa aparência e não só da nossa casa. Quando estou reclusa no meu lar procuro não relaxar com minha aparência. Não é porque estou lavando louças que tenho que colocar minha pior roupa. Não estou falando de ficarmos vestida e maquiada como se fossemos pra uma festa de gala. Não é isso. Mas o mínimo de cuidado conosco é importante. Somos mulheres, queremos nos sentir belas e desejadas. Não acho nada de errado nisso.

Meu marido me conhece, sabe das minhas gordurinhas e celulites, o que ele não precisa saber é que sou relaxada e descuidada comigo mesma. Casados há 09 anos, a gente vai caindo no comodismo, na rotina e a gente vai descuidando de algumas áreas. Mas penso que nunca é tempo para retomarmos o cuidado conosco.

Mas mesmo estando só, acho importantíssimo o cuidado próprio. Até mesmo para nossa auto-estima. A pior coisa é quando estamos nos sentindo péssimas e olhamos para o espelho e nos deparamos com um visual que demonstra todo nosso sentimento.

Minha rotina com a casa começa à tarde, quando retorno do serviço. Então, depois de um banho, almoço, escovo os dentes, visto minha camisola e vou fazer minha sesta de 30 minutos marcadinho no timer. Assim que me levanto, antes de iniciar minhas tarefas domésticas dou uma caprichada no visual. Penteio os cabelos, passo base com filtro solar, batom, perfume, desodorante, coloco um brinco, visto uma roupa e sandália confortáveis.

Sempre tive o cabelo volumoso e cacheado, pra mim, depois da invenção da roda, a melhor depois foi escova progressiva. Meu cabelo mudou. Não preciso ficar fazendo escovinha, que por sinal, no meu cabelo nunca ficou bom. Fiz um corte moderno, curto na altura do pescoço e com muito pouco esforço ele está sempre arrumadinho e penteado. Maravilha. Só tenho que fazer a raiz semestralmente.

Encontrei um filtro solar com base, dois em um. Muito bom mesmo. Assim ele protege a pele dos raios do sol e dá um acabamento legal na pele. Até disfarça algumas imperfeições


Depois passo um batom pra tirar aquela palidez do rosto e sem querer querendo, estou maquiada.

Mesmo estando em casa gosto de ficar perfumada, por isso não esqueço o desodorante e um perfuminho. Nada muito forte não. Só um cheirinho gostoso.

Quanto à roupa de ficar em casa tem que ser confortável. Aqui em Vitória, ES, faz um calor insuportável, então adoro usar vestidinhos leves e fresquinhos, de alcinha ou não, macaquinhos e shorts. Imprescindível é que estejam em bom estado. Não uso roupas rotas, rasgadas, manchadas ou que não me servem.

Dou-me ao luxo de ficar de camisola alguns minutos depois que acordo, somente final de semana ou feriado, pois nesses dias apenas faço minhas rotinas para manter a casa apresentável. As missões da minha lista de limpeza detalhada faço de segunda a sexta-feiras.

Em relação aos sapatos, os de amarrar, como sugere o método FLY, não dá. Não gosto de sapatos fechados. Botas, uso somente no inverno. Tênis, somente para caminhada, ou academia. Não tenho nada contra os tênis, mas, não consigo usá-los com outra finalidade a não ser para exercícios físicos! Sempre fui assim. Quando estava no ensino fundamental e médio, éramos obrigadas a usar tênis. Então eu os usava somente para ir às aulas, como uniforme mesmo. Mas pra sair, para qualquer outro evento eu não queria nem vê-los, quanto mais usar (rs). Acho que veio daí minha aversão a eles.

Em casa uso rasteirinhas. Tem tantos modelos no mercado, e com preços variáveis que fica fácil escolher uma. Definitivamente, não gosto das Havaianas. Mesmo insistindo em colocar celebridades para fazerem propagandas, ainda assim não gosto delas. Acho as Havaianas sem atrativo algum. Inventam mil e umas, mas não rola comigo. Não tenho nenhuma, não dá. Não consigo! Minha última aquisição custou apenas dez reais (foto abaixo).
Não é Melissa não. É genérica. E acredita que a minha prima comprou uma Melissa por sessenta reais e a dela já pocou (palavra capixaba, significa arrebentar) a tira? Ela ficou com muita raiva quando eu disse o preço da minha e que ela está inteirona. Nem sempre o que é caro é bom né? (rs))




Mas voltando a nossa conversinha sobre se vestir completamente, o interessante do sapato, sandália ou qualquer outra coisa pra se colocar no pé é que ele faz a diferença. Ele é um complemente essencial. Uma vez eu estava toda arrumadinha e queria tirar uma foto, só da cintura pra cima, mas eu estava descalça. Acredita que não consegui ficar bem. Tive que colocar um sapato de salto. Mesmo que a foto fosse da cintura pra cima, parecia que eu estava me sentindo mais segura, ficava com outro porte, sei lá, vai entender. Mas observei que com o sapato de salto eu ficava diferente (mais alta com certeza, pois sou baixinha, rs)

Nunca tive o costume de ficar desleixada em casa. Sempre arrumadinha. Mas no método FLY eu passei a me policiar mais. A cuidar de mim em primeiro lugar.

E você? Como fica em casa? Quais os seus cuidados diários? Conta ai, vai!

8 comentários:

  1. Oi Regi.
    Meu nome é Dani Senna faço parte do grupo Fly.
    Eu estou ADORANDO o que vc. está escrevendo.
    Todo dia eu venho ao seu blog pra ver se vc.tem algo novo sobre o dossie fly.
    Como vc. escreve bem,e com criatividade.
    Quando vc. escreve parece que eu estou de vendo
    falar.
    Continue assim.Bj.DANI

    ResponderExcluir
  2. Adorei seu comentário. É um insentivo pra eu continuar escrevento. Lembro sim de vc através do grupo do Yahoo. Vamos ver se eu consigo postar alguma coisa nem q seja por semana. Beijos

    ResponderExcluir
  3. regi, vc é uma inspiraçao... estou te seguindo, e como a Dani, passo por aqui todo dia... vc 'nos traduz', kkk
    estou começando no sistema fly, mas vou dizer: ta dificil! eu trabalho o dia todo, saio as 6.30 e so chego as 17.30, moro com companheiro e a filha dele, adolescente... ultimamente so faço trabalhar, trabalhar, trabalhar. mas tenho k confessar, k a simples rotna noturna ja melhorou muito meu dia! agora preciso conseguir implementar os outros passos... aos poucos. POR FAVOR, nao nos abandone... cotinue a nos dizer como vc adaptou cada passo na sua vida... ver a pratica da coisa eh bem melhor! bjsssssssss

    ResponderExcluir
  4. Também sigo o Método Fly. Vez por outra escorrego da carroça, mas vou sigo em frente.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom!
    Também participo do fly (não tão ativamente) e me sinto muito melhor quando estou arrumada, o fly mudou muita coisa em minha vida!

    ResponderExcluir
  6. Meninas tô adorando o comentário de vcs, pra mim é muito inspirador. Num vou abandonar vcs não. Tô escrevendo sobre o terceiro passo FLY e assim q terminar posto aqui. Abraços Flyanos

    ResponderExcluir
  7. Meninas, muito obrigada pelo comentário de todas, tô adorando. Pra mim, tá sendo muito inspirador. Estou escrevendo sobre o terceiro passo Fly. Quando terminar, posto aqui. Abraços

    ResponderExcluir
  8. Regi, estou divulgando seu blog no meu, ok? espero que nao se importe. bjss

    ResponderExcluir

Você pode gostar disso também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...