sexta-feira, 13 de julho de 2012

Feminilidade Bíblica X Feminismo




Hoje quero falar um pouquinho sobre um assunto que dá muito pano pra manga, muitos comentários, tanta a favor como contra: A Feminilidade Bíblica X Feminismo.
Algum tempo aqui no blog postei alguma coisa sobre feminismo como sendo o lado oposto do machismo. Em minha opinião, nenhum dos dois são benéficos para nossa sociedade. Alías, nada que a nossa sociedade faz por si só é benéfico.
O machismo trouxe opressão contra as mulheres, desigualdade entre os sexos e violência doméstica.
E como forma de revidar a esse desmando machista, nasce o feminismo levantando bandeiras reivindicando divisão do trabalho doméstico, igualdade salarial, combate à violência doméstica, creches e escolas para crianças e legalização do aborto.
Já falei também aqui  no blog que o feminismo não é o patinho feio, não é de todo ruim, ou seja algumas reivindicações fazem sentido: lutas contra a violência doméstica, lutas do direito ao voto feminino, direito de estudar e trabalhar, independência financeira e  etc. Mas nós, mulheres cristãs, temos que saber separar o joio do trigo. Quando as lutas femininas vão sendo direcionadas contra o que diz a Palavra do Senhor, temos que ficar antenadas.
Os preceitos feministas adentraram nossas famílias e nossas igrejas. Perdemos  a noção do certo e do errado. A bíblia passou a ser obsoleta. Uma coisa velha, sem sentido, machista, pois agora demos uma rasteira em Deus, passando na frente dEle quando descobrimos a solução contra o desmando machista: o feminismo.
A liberdade sexual foi nos imposta pelo feminismo. É regra não casar virgem, é regra ter filho se quiser, pois o aborto é real, mesmo não sendo legal, e a conquista do mercado de trabalho pode ser muito mais emocionante do que ficar em casa cuidando do lar. Tudo isso é defendido pelo feminismo.

Como se vê, em uma sociedade sem Deus onde o machismo dominante não atendeu às suas demandas, vem então agora, o feminismo que com suas posturas também antibíblica não atendeu a nossa sociedade. Resultado: nós, como sociedade, com manhismo ou feminismo, tanto faz, continuamos perdidos dentro de nós mesmos.
Não escondo de ninguém que tenho uma cosmivisão bíblica. Para mim, nada que não venha da Palavra de Deus trás benefícios para ninguém. Assim, sendo, no tocante homem x mulher tenho que ir à Bíblia para saber.
A palavra de Deus é clara, tanto para homens como para mulheres, cada um tem seu papel na sociedade, com direitos e deveres. É certo que durante muito tempo, aproveitando-se da fragilidade feminina, os homens fecharam os olhos para seus deveres: “Vós, maridos, amai a vossas mulheres, e não vos irriteis contra elas.” (Colossenses 3:19),   “Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações.” (1 Pedro 3:7 ), etc, e requeraram, à força, somente seus direitos de homem.
Infelizmente, como sempre, a humanidade longe de Deus se perde. Hoje temos homens perdidos nos seus papeis, não sabem mais qual sua função dentro da sociedade, rapazes se comportanto e  se vestindo como mulheres, é a feminilização da sociedade, enquanto que as mulheres também perdidas, se debatem dentro da guerra dos sexos, sem noção do seu papel como mulher na sociedade.
Todas as instituições da sociedade se vêem perdidas, até mesmo nossas igrejas absorveram os preceitos e lutas feministas quando mulheres assumem  lideranças como pastoras, coisa que de acordo com a palavra de Deus não é permitido: A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão.” (1 Timóteo 2:11-14).
Se temos cosmivisão bíblica, esta tem que ser total, pra tudo. Nosso papel de mulher virtuosa (provérbios 31) e adujadora E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.” (Gêneses 2:18) não pode ser esquecido pelo que nossa sociedade sem Deus prega. Pois se confiamos no Senhor tempos que aceitar que sua vontade é boa, agradável e perfeita E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”(Romanos 12:2).
Então, se uma mulher com pensamentos diferentes do feminismo, da mesmice, quer viver sua vida dentro dos preceitos bíblicos, é encarada como se fosse ET. Ou seja a nossa “sábia” sociedade, independente de Deus e de moral, com visões diferentes (leia-se contrária) da Palavra de Deus, não a entenderá. Será criticada e ridicularizada, somente porque sua visão do mundo não está de acordo com  todos.
Vamos lutar por nossos direitos em sermos femininas conforme a Palavra do Nosso Senhor e não de acordo com o que a nossa sociedade “acha” que devemos ser.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Olhos: Janela da Alma

OOOOOOOOOOOi, Voltei!!!!


Andei afastada do blog devido a outros projetos. Num é que comecei a fazer crochê e gostei do negócio! Nunca tinha feito. Lembro que quando adolescente minha mãe andou nos ensinando alguns pontos, mas o tempo passou e eu esqueci. Aí, de uma hora pra outra me deu vontade de aprender crochê e fazer algumas coisas, por isso andei sumida. Qualquer dia desses posto aqui alguma coisa que andei fazendo. Agora dei uma paradinha na tecelagem e voltei postar alguma coisa.

Quero falar um pouquinho sobre santidade. O Senhor tem me separado para Ele. Tenho despertado meu coração para aquilo que agrada a Ele, então vou postar algumas coisas que durante este meu “sumiço virtual” andei lendo e estudando sobre santidade. Vem comigo!


Santidade é estarmos separadas para Deus. É sentimos prazer naquilo que agrada ao Senhor. É meditar dia e noite na sua Palavra. - Peraí Regi, eu tenho muita coisa pra fazer durante o dia, trabalhar, estudar, cuidar da casa e da família, então como “meditar na Palavra de Deus dia e Noite”?. Meditar é pensar. Durante o tempo em que estamos fazendo algumas coisas nós pensamos. Dizem os entendidos do assunto que nossa mente não para. Pensamos o tempo todo, então porque não pensarmos nas coisas do Senhor?

Como “encher” nossa mente da Palavra de Deus? Primeiro é preciso você ler e estudar a Bíblia. Depois é necessário que você se alimente constantemente dela. Não podemos parar nossas atividades para ler a Bíblia o dia todo, mas podemos direcionar nossa mente para as coisas que são do Senhor e eliminarmos todas as outras coisas que não são de acordo com a sua Palavra.
Nossa mente e alma são as mesmas coisas, portanto encher nossa mente da palavra do Senhor é encher nossa alma. E como encher nossa alma?
Já ouviu falar que nossa alma tem  “janelas”: olhos, ouvidos, boca, nariz e tato? Nossos cinco sentidos. Nada em nossa vida passa até nós sem antes percorrer um ou mais dessas “entradas”. Já notou que alguns professores apelam pra musiquinha ou experiência prática, “tato”, para fixarmos a matéria estudada? Então faz “sentido”, né?
São por estas janelas que nossa mente vai se encher. Se você abrir essas janelas às coisas do Senhor e fechá-las às coisas que não são do Senhor, sua mente ficará cheia da sua Palavra, assim será fácil você meditar na palavra de Deus dia e noite.
Dia e noite você tem oportunidade de “encher” sua mente. A única coisa que você tem que fazer é optar com o quê vai enchê-la, o que vai passar pela janela dos seus olhos: as coisas do Reino dos Ceús ou as coisas do reino deste mundo.  Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;” (Colossenses 3:2) . É simples.
Cuidado olhinhos o que vê
Os olhos são as janelas da alma. Isto deve ter sido tirado deste versículo:  “A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz.” (Mateus 6:22). 
Que tal fazermos um acordo com nossos olhinhos. Estranho, não? Mas  alguém já fez isso: Jó. “Fiz aliança com os meus olhos; como, pois, os fixaria numa virgem?” (Jó 31:1)
Se você não está afim de fazer um “acordo” com seus olhos, não se sinta sozinha. Eva também não fez: “E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.”  (Gênesis 3:6). E todo mundo sabe o que aconteceu à humanidade, não?
Nossa geração tem como nunca tiveram gerações passadas, acesso fácil às informações e entretenimentos através da mídia: internet, TV, revistas, livros, músicas, notícias, tecnologia e incontáveis meios que transmitem a nós conteúdos diversos. Como cristãos temos o dever de comparar tudo isso à luz da Palavra do Senhor.
Quero observar algumas novelas, filmes séries ou qualquer outro programa de TV . Tantos os personagens (papel que os atores fazem) como o ator na vida real, não vivem de acordo com a Palavra do Senhor. Vivem conforme seus corações: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gálatas 5:19-21). Portanto, nossos olhinhos não podem deter neles.
 Há alguns anos, (nem tanto tempo assim), o homossexualismo não era sequer cogitado em tramas de novelas, filmes ou séries. Hoje é “sagrado”. Tem que ter em qualquer programa de TV. É politicamente correto, respeitável, e pode dar credibilidade ao programa.  Ou seja, aquilo que é abominação aos olhos do Senhor: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é.” (Levítico 18:22), é correto aos olhos do homem. Concluo que o errado agora é certo. E porque não o homossexualismo? Se sexo antes do casamento, adultério, divórcio, amasiamento, e por aí vai, tá liberado há muito pela nossa mídia.
Pois é isso que nossa família tem visto diariamente quando ligamos a TV. É isso que nossos filhos têm aprendido quando nós, “cristãos” permitimos que em nossa casa entre aquilo que Deus abomina. Mas a “coitadinha” da televisão não está sozinha não, tem como companheira a internet que qualquer um tem acesso livre, o que não acontece com a TV, a qualquer conteúdo. 
É nisso que tem parado nosso olhinhos e os olhinhos de nossos filhos e marido. São essas coisas que têm entrado na nossa alma através de nossos olhos.
Como seremos luz se nossos olhos estão maus, detendo-se naquilo que o Senhor Deus abomina?
Se você sabe que o Senhor abomina essas coisas e seu coração não sente o desejo de se voltar para aquilo que Deus também se agrada é porque seu coração está endurecido pelo pecado, e hoje exorto a todas vocês, servas do Senhor que voltem seus olhos e detenham-se no caminho que leva-nos a Deus: Jesus.
Por favor minha exortação é somente para as servas do Senhor Deus. Pois um servo tem que agradar a seu Senhor. Se para você é difícil agradar a Deus, significa que você não é serva dEle, e que portanto agrada ao seu senhor.
Portanto, vamos encher nossas mentes de “... tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”Filipenses 4:8

Hoje faço seleção das coisas que vou olhar: filmes, tv, internet e revistas. Outro dia eu estava no salão aguardando minha vez e tinha várias revistas femininas por lá. Confesso que não tive vontade de ler nenhuma. Dei uma olhada na capa de algumas e os artigos eram tão  comuns que ao invés de me despertar curiosidade me repudiou: Como chamar atenção dele, Como seduzir, Mude seu corpo em uma semana, Faça com que ele nunca te esqueça, Como ter uma barriga sarada comendo tudo o que você gosta, e coisas do tipo. Não dá mais para eu “jogar essas coisas na minha alma”. Eu não consigo mais “engolir” isso.
Outo dia, num domingo, à tarde, eu estava na casa de uma pessoa, a  tv estava ligada em um canal aberto, e a apresentadora entrevistava uma moça que ganhou a vida como prostituta (garota de programa) e que inspirou um filme sobre sua vida. Eu não aguentei. A que ponto chegamos! É virtude e motivo de glória a prostituição.  É o que nossa sociedade tem dado valor.
Sinceramente, pensem o que pensar mas não dá mais. Eu não consigo “engolir” o “alimento” que não vem de Deus

Você pode gostar disso também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...