terça-feira, 6 de julho de 2010

Homem x Serviço Doméstico (continuação)




Malabarismo


Após alguns anos de casada a gente vai conhecendo nosso cônjuge, adquirindo maturidade e consciência que nem tudo é mudado da noite para o dia. Aprendi alguns “truques” que têm funcionado aqui em casa e, na medida do possível tem dado certo. Compartilho com vocês:

1) Mude suas atitudes. É aquele ditado: incomodados que se mudem. Não troquei de marido não (rs). Durante muito tempo tentei mudá-lo e não consegui. Então cheguei, às duras penas, à conclusão de que quem tinha que mudar era eu, já que a situação incomodava somente a mim. Pra ele tava tudo muito bem: pra que mudar alguma coisa? Time que está ganhando não se mexe, não é o que dizem? Passei a policiar minhas atitudes em relação ao serviço doméstico. Não adiantava dar “piti” porque a pia estava lotada de louças sujas. Isto incomodava somente a mim, e não a ele. Acho que quando eu rodava a baiana por causa disso ele deveria imaginar: “coitada, pirou! Porque tanto estardalhaço por causa de algumas louças sujas se eu nem tenho nada haver com isso?” E no final da história, só eu me irritava e as coisas continuavam do jeito que estavam;

2) Converse. Sem discussão. Num momento em que o clima era de harmonia, falei com ele que eu precisava de sua ajuda. Somos só ele e eu, já que Gabri ainda não tem idade nem maturidade suficiente pra realizar certas tarefas domésticas. Pois estava muito difícil para mim. É claro que ele não topou a idéia de imediato. E de vez em quando tenho que novamente ter a tal da “conversinha”, mas nunca num momento de estresse, raiva ou briga. Nós, mulheres, temos que ser sábias e aprender quando e como falar, mesmo que estejamos com a razão;

3) Não discuta. Minha prioridade como mulher é meu relacionamento com meu cônjuge e não as tarefas domésticas. Aprendi a não brigar quando delego tarefas para ele e ele não cumpri. Simplismente deixo pra que ele faça quando quiser ou então, eu mesma faço quando puder, sem  murmuração.

4) Faça você mesma. Tem certas coisas que gosto que sejam feitas de determinada maneira, então, procuro não delegar esta tarefa, pois sei que não vai sair como eu espero. Então eu mesma faço;
 (Continua no próximo e último post sobre o assunto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode gostar disso também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...