segunda-feira, 28 de junho de 2010

HOMEM X SERVIÇO DOMÉSTICO

(Foto tirada da internet)


A mulher consciente (e não satisfeita) na sua função

Se existe uma coisa chata, é o serviço doméstico. Aliás, qualquer trabalho é ruim, num é bom. Bom mesmo é ficar de pernas para o ar, fazendo o que der na telha, só curtindo o que dá prazer. Tem certas espécies que sabem fazer isso muito bem: os homens.

Você já parou pra pensar como é difícil ao homem, se responsabilizar pela tarefa doméstica? Qualquer atividade que a gente delegue pra eles, se envolve serviço de casa eles escorregam direitinho. Mas se não está relacionada a atividades domésticas até que o negócio sai.

O papo de hoje é: como envolver seu marido na rotina de serviços domésticos. Então, se você tem alguma idéia, não deixe de comentar no final do meu artigo, pois, para nós, mulheres modernas, é muito importante sua contribuição.

Digo mulher moderna porque este papo num rolava na época da minha avó. Ela não tinha dúvida se eu perguntasse quem era responsável por lavar, cozinhar e arrumar a casa. Sem pestanejar responderia que era ela. Ela nunca esperaria que meu avô pegasse em um cabo de vassoura para varrer a casa, depois de ter pêgo num cabo de enxada durante todo o dia na lavoura.

Assim eram os casais daquela época. Cada um no seu quadrado. Todos consciente do seu papel de acordo com o sexo: Mulher – responsável pela organização da Casa; Homem: responsável em manter financeiramente a família. Tava tudo muito bem dividido e esclarecido. O lado bom era que não tinham esse tipo de discussão dentro de casa: A mulher: - Tô cansada de lavar louças depois do jantar, hoje é a sua vez. E o marido responde: - Eu não vou lavar não. Então a mulher rebate: - A vai sim, eu não sou escrava, eu trago dinheiro pra casa igual a você. E ai, o marido não lava por que se sentiu ofendido pelo que a esposa disse. E ela com raiva e murmurando vai pra pia depois de um dia inteiro de trabalho na rua. A discussão começa e todos falam o que não queriam e se ofendem. E é mais um, dentre tantos, conflitos já instalado no casamento. (qualquer semelhança não terá sido mera coincidência, este diálogo de fato aconteceu diversas vezes entre meu marido e eu.)

É certo que o machismo não valorizava a mulher. Pelo simples fato dela ficar somente em casa cuidando da família, não tinha também direito a nada. Voz, voto, vontade própria, decisões, e por ai. Ou seja, a mulher existia somente através de seu marido. O que poderia lutar de igual a igual com o machismo? Acho que daí nasceu o feminismo, uma tentativa (frustrada) de lutar contra o machismo, há muito instalado na nossa sociedade. (Continua no próximo post)

5 comentários:

  1. Olá, concordo com o ponto de vista. Mas:
    Quem pendura quadros? Quem muda lâmpadas? Quem tem de lavar e limpar o carro? Quem tem de resolver problemas nos electrodomésticos? Quem é que muda mobiliário de lugar? Quem carrega as compras?
    Não sou machista e contribuo para as lides domésticas.

    ResponderExcluir
  2. Mulher que trabalha fora, tem mesmo é que trabalhar dobrado, pq o homem pode até ajudar mas não assume todas as responsabilidades da casa que não são poucas e nem a responsabilidade dos filhos que não dão pouco trabalho.

    ResponderExcluir
  3. Olá Regi, meu nome é izabelle valladares, sou escritora, e sempre lanço antologias em feiras internacionais, na qual suas crônicas podem se encaixar perfeitamente, se tiver interesse em torna-se uma escritora, entre em contato comigo pelo email antologia@izabellevalladares.com.br e visite meu blog
    http://blogdaizabellevalladares.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Então quer dizer que as mulheres tem que trabalhar para os homens o dia inteiro fazendo comidinha quentinha pra ele, lavando as roupinhas dele trabalhando e ganhando dinheiro pra casa, educando os filhinhos dele e a noite ainda tem que estar disposta pro maridinho? Enquanto ele trabalha como nós chega em casa e não faz nada?Acho que vocês merecem a vida que levam de escravas e tem que fazer mesmo tudo que o maridinho mandar!Vale até levar umas bofetadas na orelha se não fizer.Afinal quem manda é ele e você vai fazer o que ele quiser na hora que ele quiser empregada U.U
    E respondendo o primeiro comentário eu sei trocar lâmpadas e mexer com eletricidade!Se você ainda vive na época em que os homens tem um tipo de trabalho e as mulheres outro ACORDA

    ResponderExcluir
  5. Olha sei lá,cada um faz o que quer,mas acho que se cada um ajudar,ninguém vai morrer por causa disso,néh?
    \O/

    ResponderExcluir

Você pode gostar disso também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...