domingo, 6 de junho de 2010

Declutter: Sacola Amarela


Eu tenho uma sacola de cor amarela que fica no escritório aqui em casa, assim que vejo que um determinado objeto não tem mais valor pra mim eu o jogo ali. Quando minha mãe, irmã ou cunhadas vêm aqui em casa elas dão sempre uma olhadinha, pois pode ter alguma coisa de que elas precisem ou queiram.


- Vou vertir uma roupa em Gabriela e vejo que não dá mais, pois ela cresceu: sacola amarela;

- Ganhei do chefe uma bandeja de escritório nova e bonita. O que faço com a velha? Sacola amarela;

- Comprei um tênis novinho que Osmar usou apenas uma vez, não gostou e num dá mais pra trocar? Sacola amarela.

Quando a sacola está cheia eu levo para o Templo onde me reuno como Igreja, pois lá tem um projeto social que faz doações a famílias com baixo poder aquisitivo.

Muitas vezes essas tralhas vêm até nossa casa por nossas mãos. Somos nós mesmas que entulhamos nossas casas de tralhas. Quantas vezes comprei objetos sem utilidade alguma! Quantas vezes comprei objetos porque era “bonitinho” ou “baratinho”! Quantas vezes comprei coisas que já tinha dentro de casa e eu nem sabia! Essas lojas de 1,99 (que de 1,99 não tem nada) são uma tentação. Eu entrava lá e saia cheia de tranqueiras, levava pra casa e não sabia nem onde colocar.

Aprendi no FLY a ser seletiva nas minhas compras. Isso é bom porque ataca dois coelhos com uma cajadada só: livro minha casa de tralhas e economizo. Quando necessito de algo, faço uma lista e me atenho a ela. Quando passo por alguma coisa que vem a vontade de comprar penso: necessito disso ou vai ser mais uma coisa pra eu amontoar lá em casa ou mais um objeto pra eu limpar?

Quando eu tinha diarista a minha casa era cheia de objetos de decoração: porta retratos, bibelous, vasos, abajour, etc. Não era eu quem limpava e organizava. Mas a partir do momento que EU passei a cuidar pessoalmente da minha casa, fui eliminando essas coisas e ficando com o necessário e essencial: pra quê encher a casa de porta retratos? Alguns apenas são suficientes. Pra que lotar a estante da sala com quinquilharías? Fiz uma seleção e eliminei ou deixei de comprar mais coisas. Essas coisas só iam me dar trabalho para limpar e organizar, e como eu não tenho tanto tempo disponível assim, ao invés de embelezar minha casa o efeito seria contrário.

Os quadros de Gabriela que coloquei na parede (post anteriror), por exemplo: não acrescentei, mas coloquei em lugar de outros dois bem feinhos que eu não gostava. Sabe aquela coisa de entrar um objeto e sair outro? É por ai.

Um dia desses estava eu em uma festa de aniversário de criança e duas mães estavam discutindo com quem ia ficar a lembrancinha da mesa onde elas estavam. Ai uma falou pra outra: - pode ficar com você, lá em casa tá cheio de quinquilharia, eu tô precisando eliminar um monte de coisa! Então fiquei pensando, num é que é mesmo? O quê que a outra mulher tava fazendo: brigando por porcaria. Brigando pra levar pra casa mais uma coisa pra se juntar às tralhas.

Então não basta só eliminar as tralhas, temos também que nos policiarmos para não acumularmos. Ou seja cortar o mal pela raiz.

4 comentários:

  1. Querida Regi... gostaria do seu contato de e-mail ou msn.
    Obrigada por todas as dicas.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  2. ops... esqueci de colar meu e-mail: ferpandin@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Também estou nesse processo Fly e é tão bom cada vitória que conseguimos de nos livrarmos de coisas que no fundo nunca nos fizeram falta.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Fernanda, meu e-mail é: regimarino11@yahoo.com.br
    em que posso ajudar?
    Fique com Deus

    ResponderExcluir

Você pode gostar disso também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...