segunda-feira, 24 de dezembro de 2012


Feliz Natal!
"E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo:
Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor"
Lucas 2:10-11


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Mãe, uma Eterna Criança


Abaixo coloquei um vídeo de uma brincadeirinha que fizemos: Gabriela (minha filha), Isabela (minha prima/sobrinha) e eu. Uma novelinha escrita por Gabriela e adaptada por mim. Isabela veio passar final de semana aqui, então aproveitamos a presença dela para gravarmos/brincarmos. 
Mãe é eterna, não envelhece nunca. Brinca com seus filhos como se fosse criança. O bom de ser mãe é que podemos retornar ao passado, fazer coisas que tínhamos vontade de fazer e a tecnologia não deixava. Mãe é ter o privilégio de de reviver momentos de infância.
 Hoje quero parabenizar a todas as mamães que brincam com seus filhos.




9 Anos Glorificando ao Senhor

No último dia 14 Gabriela agradeceu ao Senhor 9 anos que Ele tem dado a ela em glorificá-lo. Que o Senhor possa derramar bênção a sua serva. Pois foi para isso que ela veio ao mundo.
Bendize, ó minha alma, ao SENHOR! SENHOR Deus meu, tu és magnificentíssimo; estás vestido de glória e de majestade. Salmos 104:1




sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Descortinando meu Coração

Nenhum casamento chega ao fim sem antes percorrer um caminho de brigas e desentendimentos por mínimas coisas. Já viu um casal discutindo por coisas idiotas e chegarem ao limite simplesmente por falta de sabedoria ou orgulho? O foco da discussão muda: interessante não é a questão que motivou a briga, mas agora é de provar quem está certo e quem está errado. Somente, quando um dos dois abre espaço para o Senhor abrir a cortina revelando e mudando o que está no interior de nosso coração, é que Ele pode mudar a situação.

 Dias desses atrás queríamos trocar as cortinas em nossa casa. Decidimos então colocar varão em todas, pois achamos que é mais prático e fácil de retirar as cortinas pra lavar. Eu me preocuparia com o tamanho e cor, e meu marino com a instalação delas. Muito bem dividido, pois eu não me sinto bem com uma furadeira na mão, kkkkkkk.
Partimos então para a parte prática da questão, comecei a estudar combinação de cores e tamanhos, correr de loja em loja, essas coisas, neam. Um dia, passando por uma loja, encontrei um varão da cor e espessura desejadas. Como o preço estava bom, comprei.
Cheguei em casa toda exultante, afinal, uma etapa do trabalho do meu marido EU tinha feito: comprei o varão pra ele. Mas qual não foi minha surpresa quando ele nem ao menos olhou para a minha compra, apenas passou o olhar e comentou que não era aquele tipo, o que eu comprei não iria dar certo, blá, blá, blá...
Tentei diversas vezes argumentar que ele estava enganado, que EU tinha comprado o produto certo e coisa e tal, mas que nada, cada vez que EU tentava tocar no assunto ele cortava dizendo que EU estava errada e que não queria mais falar sobre o assunto e que EU deveria voltar à loja para trocar a compra por outro produto, blá, blá, blá....
Ele não me escutou! EU queria dizer para ele que EU estava CERTA, que ELE estava ERRADO, lógico! Que EU analisei o produto antes de comprar, mas e ele não queria nem me ouvir!
Gente, uma coisa boba, uma coisa rotineira: uma simples troca de cortina agora tinha todas as chances de se tornar um bate-boca, uma briga para provar um para o outro quem estava certo: EU ou ELE. A questão agora não era mais o varão da cortina, mas em mostrar para o outro quem tinha a razão. É lógico que eu ia provar que estava certa e ele provar que o certo era ele. Argumentos lógicos de todos os lados é que não faltavam.
Se fosse há alguns anos atrás, quando EU era senhora do meu nariz, essa queda de braço ia longe, mas como agora sou uma boa serva do Senhor, neam, corri pro quarto e comecei a conversar com meu Deus. Falei pra Ele que eu estava certa, que eu tinha comprado o produto certo. Que meu marido não deixava eu falar mais no assunto. Que não tinha necessidade de fazer a troca da compra, pois eu não tinha comprado nada errado. Eu queria penas que ele ficasse quietinho, sentado, ouvindo-me enquanto eu explicava pra ele como instalar a cortina. Só isso! Era muito? Lógico que não! Era só ele me ouvir quietinho e todos os problemas estariam resolvidos!
Ai, como sempre, vem o Espírito Santo, que habita em mim (Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? 1 Coríntios 6:19) falar, coisas ilógicas e sem nexo (pra mim): “porque você não faz o contrário? ao invés de seu marido te ouvir calado, quietinho, fica você calada, quietinha ouvindo ele falar?” Claro que não aceitei isto facilmente, afinal quem já tinha entendido o funcionamento do negócio? Eu. Ele nem viu ou pegou em suas mãos o que eu tinha comprado, pra decidir a questão! Imagina se eu ia dar a “honra da palavra” pra ele? Mas o Espírito foi enfático: “deixa ele falar, apenas escuta”.
Gente, confesso que sem acreditar que ia ter algum resultado, lá fui eu. Chamei meu marido e pedi: - Por favor, me explica porque você diz que este varão não vai dar certo, pois, eu não estou entendendo o que você esta querendo dizer.
Sem falar absolutamente mais nada, sentei e fiquei esperando por sua explicação. Ele, com aquele ar de: “eu sei tudo, e vou te explicar”, pegou o varão em suas mãos (pela primeira vez) e no meio da “explicação” constatou que eu estava certa, de que daria certo se usássemos aquele, que eu não tinha errado na compra, que não precisaria trocar, que ficaria bom, e que até poderia comprar outros para instalar cortinas em outros cômodos da casa, blá, blá, blá....
Gentem, eu fiquei pasma, uns 5 minutos de boca aberta, sem entender o que tinha acontecido. Parecia mágica, encantamento, sei lá o quê. Passei o fim de semana todo, tentando dizer para ele tudo o que ele me disse. Eu não falei nada, apenas deixei que ele falasse, e ele falou justamente o que eu queria ter dito por diversas vezes e não consegui. Problema resolvido. Não teve briga, discussão, e o varão tá lá instalado bonitinho, sem problema algum. Vá entender as lógicas ilógicas de Deus!

Pois bem, o problema do varão da cortina estava resolvido, mas eu ainda estava cheia de dúvidas em relação ao modo como a questão foi resolvida, que deveriam ser esclarecidas pelo Senhor, por exemplo: porque deixar meu marido falar e eu ouvir se era eu que estava tentando falar com ele e não conseguia? Porque o Espírito Santo mandou eu falar a meu marido que eu não entendia o que ele estava querendo me dizer, se eu já tinha entendido o funcionamento do negócio?
Foi então que o Espírito Santo revelou a mim, fatos neste episódio, a partir do momento que as cortinas do meu coração foram abertas revelando os pecados do meu coração que me cegavam os olhos espirituais impedindo-me de ver o obvio:
 1º) Eu não estava sendo uma esposa submissa: De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. Efésios 5:24: eu passei na frente das decisões de meu marido. Eu fiz a compra sem falar com ele. Cheguei em casa com a questão resolvida;
2º) Inverti os papéis: Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, ... Efésios 5:23 : sei que os homens não gostam de serem ensinados, mas de ensinarem. Eles se sentem mais confortáveis tendo o controle da situação e, neste caso, era eu quem estava na posição de comando, era eu que queria ensiná-lo como instalar a cortina. Eu não estava sendo sábia em deixar meu esposo liderar nosso lar;

Assim, minhas perguntas foram respondidas quando me foi revelado que eu não menti quando disse que não estava entendendo o que meu marido queria me dizer, pois eu não deixava ele falar. Meu egoísmo não deixava ver que ele queria me dizer algo e eu não o deixava falar. Eu achava que EU é que queria falar e não conseguia ser ouvida. Conclui que ELE é que não conseguia conversar comigo, porque eu imediatamente entrava com argumentos de que eu sabia e ele não, então isto o deixava numa situação de líder dominado pelo liderado. Ele se sentia encurralado, então cortava o assunto, saia me deixando falar sozinha, ou me ordenando que não tocasse mais no assunto.
Não digo que neste acontecimento meu marido não cometeu falhas e somente eu, mas a palavra do senhor diz: Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados. 2 Coríntios 13:5 , portanto, o que relato aqui foi o meu examinar, deixei que o Senhor trabalhasse no coração de meu marido revelando e tratando seus erros.
  
Confesso que sozinha eu não chegaria nunca a estas conclusões. O Espírito Santo de Deus abriu meus olhos a pequenos detalhes de um episódio banal que se não fosse direcionado pelo Senhor, poderia ter tomado outros rumos: brigas, ofensas e amarguras que fragilizariam nosso relacionamento.
No entanto, Deus fez meu relacionamento conjugal crescer, revelando-me uma situação estranha a princípio, mas que somente com a sua Graça e misericórdia poderia ter o fim que teve. O Senhor fez um trabalho completo: mexeu na decoração de nossa casa, no meu coração, e em nosso relacionamento conjugal.
Quando lemos que a mulher sábia edifica sua casa (Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos. Provérbios 14:1 ), não é aquela mulher inteligente, que faz tudo sozinha, que domina toda a situação, mas é aquela que obedece as orientações do Senhor. É sábia com a sabedoria que vem dEle, pois o princípio da sabedoria é o temor do Senhor (O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência. Provérbios 9:10)
Amiga, não seja tola destruindo seu lar com suas mãos, fazendo o que você acha que está certo, mas seja sábia, peça a Deus sabedoria para agir conforme Ele deseja que você faça. Da soberba só provém a contenda, mas com os que se aconselham se acha a sabedoria. Provérbios 13:10

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Feminilidade Bíblica X Feminismo




Hoje quero falar um pouquinho sobre um assunto que dá muito pano pra manga, muitos comentários, tanta a favor como contra: A Feminilidade Bíblica X Feminismo.
Algum tempo aqui no blog postei alguma coisa sobre feminismo como sendo o lado oposto do machismo. Em minha opinião, nenhum dos dois são benéficos para nossa sociedade. Alías, nada que a nossa sociedade faz por si só é benéfico.
O machismo trouxe opressão contra as mulheres, desigualdade entre os sexos e violência doméstica.
E como forma de revidar a esse desmando machista, nasce o feminismo levantando bandeiras reivindicando divisão do trabalho doméstico, igualdade salarial, combate à violência doméstica, creches e escolas para crianças e legalização do aborto.
Já falei também aqui  no blog que o feminismo não é o patinho feio, não é de todo ruim, ou seja algumas reivindicações fazem sentido: lutas contra a violência doméstica, lutas do direito ao voto feminino, direito de estudar e trabalhar, independência financeira e  etc. Mas nós, mulheres cristãs, temos que saber separar o joio do trigo. Quando as lutas femininas vão sendo direcionadas contra o que diz a Palavra do Senhor, temos que ficar antenadas.
Os preceitos feministas adentraram nossas famílias e nossas igrejas. Perdemos  a noção do certo e do errado. A bíblia passou a ser obsoleta. Uma coisa velha, sem sentido, machista, pois agora demos uma rasteira em Deus, passando na frente dEle quando descobrimos a solução contra o desmando machista: o feminismo.
A liberdade sexual foi nos imposta pelo feminismo. É regra não casar virgem, é regra ter filho se quiser, pois o aborto é real, mesmo não sendo legal, e a conquista do mercado de trabalho pode ser muito mais emocionante do que ficar em casa cuidando do lar. Tudo isso é defendido pelo feminismo.

Como se vê, em uma sociedade sem Deus onde o machismo dominante não atendeu às suas demandas, vem então agora, o feminismo que com suas posturas também antibíblica não atendeu a nossa sociedade. Resultado: nós, como sociedade, com manhismo ou feminismo, tanto faz, continuamos perdidos dentro de nós mesmos.
Não escondo de ninguém que tenho uma cosmivisão bíblica. Para mim, nada que não venha da Palavra de Deus trás benefícios para ninguém. Assim, sendo, no tocante homem x mulher tenho que ir à Bíblia para saber.
A palavra de Deus é clara, tanto para homens como para mulheres, cada um tem seu papel na sociedade, com direitos e deveres. É certo que durante muito tempo, aproveitando-se da fragilidade feminina, os homens fecharam os olhos para seus deveres: “Vós, maridos, amai a vossas mulheres, e não vos irriteis contra elas.” (Colossenses 3:19),   “Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações.” (1 Pedro 3:7 ), etc, e requeraram, à força, somente seus direitos de homem.
Infelizmente, como sempre, a humanidade longe de Deus se perde. Hoje temos homens perdidos nos seus papeis, não sabem mais qual sua função dentro da sociedade, rapazes se comportanto e  se vestindo como mulheres, é a feminilização da sociedade, enquanto que as mulheres também perdidas, se debatem dentro da guerra dos sexos, sem noção do seu papel como mulher na sociedade.
Todas as instituições da sociedade se vêem perdidas, até mesmo nossas igrejas absorveram os preceitos e lutas feministas quando mulheres assumem  lideranças como pastoras, coisa que de acordo com a palavra de Deus não é permitido: A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão.” (1 Timóteo 2:11-14).
Se temos cosmivisão bíblica, esta tem que ser total, pra tudo. Nosso papel de mulher virtuosa (provérbios 31) e adujadora E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.” (Gêneses 2:18) não pode ser esquecido pelo que nossa sociedade sem Deus prega. Pois se confiamos no Senhor tempos que aceitar que sua vontade é boa, agradável e perfeita E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”(Romanos 12:2).
Então, se uma mulher com pensamentos diferentes do feminismo, da mesmice, quer viver sua vida dentro dos preceitos bíblicos, é encarada como se fosse ET. Ou seja a nossa “sábia” sociedade, independente de Deus e de moral, com visões diferentes (leia-se contrária) da Palavra de Deus, não a entenderá. Será criticada e ridicularizada, somente porque sua visão do mundo não está de acordo com  todos.
Vamos lutar por nossos direitos em sermos femininas conforme a Palavra do Nosso Senhor e não de acordo com o que a nossa sociedade “acha” que devemos ser.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Olhos: Janela da Alma

OOOOOOOOOOOi, Voltei!!!!


Andei afastada do blog devido a outros projetos. Num é que comecei a fazer crochê e gostei do negócio! Nunca tinha feito. Lembro que quando adolescente minha mãe andou nos ensinando alguns pontos, mas o tempo passou e eu esqueci. Aí, de uma hora pra outra me deu vontade de aprender crochê e fazer algumas coisas, por isso andei sumida. Qualquer dia desses posto aqui alguma coisa que andei fazendo. Agora dei uma paradinha na tecelagem e voltei postar alguma coisa.

Quero falar um pouquinho sobre santidade. O Senhor tem me separado para Ele. Tenho despertado meu coração para aquilo que agrada a Ele, então vou postar algumas coisas que durante este meu “sumiço virtual” andei lendo e estudando sobre santidade. Vem comigo!


Santidade é estarmos separadas para Deus. É sentimos prazer naquilo que agrada ao Senhor. É meditar dia e noite na sua Palavra. - Peraí Regi, eu tenho muita coisa pra fazer durante o dia, trabalhar, estudar, cuidar da casa e da família, então como “meditar na Palavra de Deus dia e Noite”?. Meditar é pensar. Durante o tempo em que estamos fazendo algumas coisas nós pensamos. Dizem os entendidos do assunto que nossa mente não para. Pensamos o tempo todo, então porque não pensarmos nas coisas do Senhor?

Como “encher” nossa mente da Palavra de Deus? Primeiro é preciso você ler e estudar a Bíblia. Depois é necessário que você se alimente constantemente dela. Não podemos parar nossas atividades para ler a Bíblia o dia todo, mas podemos direcionar nossa mente para as coisas que são do Senhor e eliminarmos todas as outras coisas que não são de acordo com a sua Palavra.
Nossa mente e alma são as mesmas coisas, portanto encher nossa mente da palavra do Senhor é encher nossa alma. E como encher nossa alma?
Já ouviu falar que nossa alma tem  “janelas”: olhos, ouvidos, boca, nariz e tato? Nossos cinco sentidos. Nada em nossa vida passa até nós sem antes percorrer um ou mais dessas “entradas”. Já notou que alguns professores apelam pra musiquinha ou experiência prática, “tato”, para fixarmos a matéria estudada? Então faz “sentido”, né?
São por estas janelas que nossa mente vai se encher. Se você abrir essas janelas às coisas do Senhor e fechá-las às coisas que não são do Senhor, sua mente ficará cheia da sua Palavra, assim será fácil você meditar na palavra de Deus dia e noite.
Dia e noite você tem oportunidade de “encher” sua mente. A única coisa que você tem que fazer é optar com o quê vai enchê-la, o que vai passar pela janela dos seus olhos: as coisas do Reino dos Ceús ou as coisas do reino deste mundo.  Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;” (Colossenses 3:2) . É simples.
Cuidado olhinhos o que vê
Os olhos são as janelas da alma. Isto deve ter sido tirado deste versículo:  “A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz.” (Mateus 6:22). 
Que tal fazermos um acordo com nossos olhinhos. Estranho, não? Mas  alguém já fez isso: Jó. “Fiz aliança com os meus olhos; como, pois, os fixaria numa virgem?” (Jó 31:1)
Se você não está afim de fazer um “acordo” com seus olhos, não se sinta sozinha. Eva também não fez: “E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.”  (Gênesis 3:6). E todo mundo sabe o que aconteceu à humanidade, não?
Nossa geração tem como nunca tiveram gerações passadas, acesso fácil às informações e entretenimentos através da mídia: internet, TV, revistas, livros, músicas, notícias, tecnologia e incontáveis meios que transmitem a nós conteúdos diversos. Como cristãos temos o dever de comparar tudo isso à luz da Palavra do Senhor.
Quero observar algumas novelas, filmes séries ou qualquer outro programa de TV . Tantos os personagens (papel que os atores fazem) como o ator na vida real, não vivem de acordo com a Palavra do Senhor. Vivem conforme seus corações: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gálatas 5:19-21). Portanto, nossos olhinhos não podem deter neles.
 Há alguns anos, (nem tanto tempo assim), o homossexualismo não era sequer cogitado em tramas de novelas, filmes ou séries. Hoje é “sagrado”. Tem que ter em qualquer programa de TV. É politicamente correto, respeitável, e pode dar credibilidade ao programa.  Ou seja, aquilo que é abominação aos olhos do Senhor: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é.” (Levítico 18:22), é correto aos olhos do homem. Concluo que o errado agora é certo. E porque não o homossexualismo? Se sexo antes do casamento, adultério, divórcio, amasiamento, e por aí vai, tá liberado há muito pela nossa mídia.
Pois é isso que nossa família tem visto diariamente quando ligamos a TV. É isso que nossos filhos têm aprendido quando nós, “cristãos” permitimos que em nossa casa entre aquilo que Deus abomina. Mas a “coitadinha” da televisão não está sozinha não, tem como companheira a internet que qualquer um tem acesso livre, o que não acontece com a TV, a qualquer conteúdo. 
É nisso que tem parado nosso olhinhos e os olhinhos de nossos filhos e marido. São essas coisas que têm entrado na nossa alma através de nossos olhos.
Como seremos luz se nossos olhos estão maus, detendo-se naquilo que o Senhor Deus abomina?
Se você sabe que o Senhor abomina essas coisas e seu coração não sente o desejo de se voltar para aquilo que Deus também se agrada é porque seu coração está endurecido pelo pecado, e hoje exorto a todas vocês, servas do Senhor que voltem seus olhos e detenham-se no caminho que leva-nos a Deus: Jesus.
Por favor minha exortação é somente para as servas do Senhor Deus. Pois um servo tem que agradar a seu Senhor. Se para você é difícil agradar a Deus, significa que você não é serva dEle, e que portanto agrada ao seu senhor.
Portanto, vamos encher nossas mentes de “... tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”Filipenses 4:8

Hoje faço seleção das coisas que vou olhar: filmes, tv, internet e revistas. Outro dia eu estava no salão aguardando minha vez e tinha várias revistas femininas por lá. Confesso que não tive vontade de ler nenhuma. Dei uma olhada na capa de algumas e os artigos eram tão  comuns que ao invés de me despertar curiosidade me repudiou: Como chamar atenção dele, Como seduzir, Mude seu corpo em uma semana, Faça com que ele nunca te esqueça, Como ter uma barriga sarada comendo tudo o que você gosta, e coisas do tipo. Não dá mais para eu “jogar essas coisas na minha alma”. Eu não consigo mais “engolir” isso.
Outo dia, num domingo, à tarde, eu estava na casa de uma pessoa, a  tv estava ligada em um canal aberto, e a apresentadora entrevistava uma moça que ganhou a vida como prostituta (garota de programa) e que inspirou um filme sobre sua vida. Eu não aguentei. A que ponto chegamos! É virtude e motivo de glória a prostituição.  É o que nossa sociedade tem dado valor.
Sinceramente, pensem o que pensar mas não dá mais. Eu não consigo “engolir” o “alimento” que não vem de Deus

sexta-feira, 30 de março de 2012

Dia 24 de janeiro o Senhor Deus me presenteou com mais um ano de vida. Mais um ano que, com a Sua Graça, Ele me tem mostrado como me aproximar mais e mais dEle infinitamente. Tenho o hábito de “receber” um presente de aniversário de Deus: um versículo de Sua Palavra. E neste ano o vercículo que me chamou atenção neste dia foi: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” Provérbios 4:23 .
Mas porquê guardar meu coração? Para eu não sofrer, nem fazer as outras pessoas ao meu redor infelizes? Também. Mas o motivo maior é: para não pecar contra Deus: “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti”. Salmos 119:11. É claro que tenho que me preocupar comigo e com as outras pessoas ao meu redor, mas minha maior preocupação é em agradar a Deus, antes de qualquer um, até mesmo antes de mim mesma. É nosso primeiro mandamento, lembra? “ Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. Deuteronômio 6:5.
Mas porquê tenho que guardar meu coração para não pecar contra Deus? Meu coração é tão bom, tão legal, não faço mal a ninguém, porque faria mal para alguém que me ama? Porque em Sua Palavra diz que:  “... do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, furtos, avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem.” Marcos 7:20-23.
É por isso que tenho que guardar meu coração. Pra não ser contaminada com o que há dentro dele. Aquilo que nem eu mesma sei que existe, mas está lá dentro, doidinho pra sair assim que pisam no meu pé.
Meditando ainda no meu “presente de aniversário” entendi porquê tenho que freiar minha língua: “Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca. Mateus 12:34. Quantas vezes magoei pessoas que amo por não segurar aquilo que vai dentro no meu coração e dizer coisas que me arrependo assim que elas vão ao vento. E depois não adianta dizer que não era bem aquilo que eu queria dizer.
Concluo, então, que aquele chavão: siga seu coração! Você tem que fazer o que o seu coração mandar! Escute o que seu coração diz! Bla´, blá, blá,... é tudo mentira, pois “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” Jeremias 17:9.
Ai gente, cheguei à conclusão então, que meu coração é perverso e me engana sempre, e que nem eu mesma o conheço direito. Ainda bem que tenho Jesus que me livra de todos os pecados cometidos por meu coração.  Foi um “presentaço”, num foi? O melhor de tudo foi que nem liguei se estou ficando velha,  este “presente” me fez refletir que melhor do que ficar velha é adquirir experiência de vida.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Aniversário de Casamento

Dia 20 de janeiro deste anos, fiz 11 anos de casada. Esta data é muito importante para mim, pois foi o dia que Deus marcou desde a eternidade para me unir a um homem amado por Ele. Deus me criou especialmente para ser ajudadora idônea deste homem maravilhoso, não perfeito, que tem sido um instrumento nas mãos de Deus para, com sabedoria divina, itensificar meu crescimento espiritual. A cada manhã, como a misericórdia de Deus, meu amor por meu marido é renovado. É claro que passamos por muitos momentos difíceis durante esses anos, mas sou grata a Deus que seu amor e sua graça me alcançaram para nEle buscar ajuda e socorro nesses momentos. Tenho um casamento feliz e posso dizer que sou uma esposa realizada. A Deus toda honra e toda glória, pois foi Ele quem nos uniu e nos mantém juntos.


Aqui você encontra dicas para ser uma esposa dedicada ao Senhor: http://proverbs14verse1.blogspot.com.br/
Uma esposa submissa a Deus: Rainha Esther. Um estudo sobre o livro de Ester: http://time-warp-wife.blogspot.com.br/
Mulheres voltadas a servir seu a seu esposo, filhos, família e a Deus em primeiro lugar: http://voltemosparacasa.blogspot.com.br/

sábado, 10 de março de 2012

Surpresa Comigo Mesma

Ultimamente, estou surpresa comigo mesma. Tem coisas na vida que a gente não entende. Eu nunca fui muito chegada nessas coisas de arte. Esse negócio de trabalho manual nunca foi o meu forte. Muito pelo contrário. Eu sempre me saí um zero a esquerda quando o trabalho era artístico. Lembro-me que nas aulas de Educação Artística na escola, eu tirava nota por participação, nunca devido às minhas habilidades, graças a Deus, né? porque se não, eu não passava de ano KKKKKK.

 Mas num é que nesses últimos dias eu andei aprontando? Olha o que eu fiz:
Comprei esta caixa em MDF e deixei jogada no armário, até que me deu na veneta de tentar fazer alguma coisa. Procurando na inter, encontrei um vídeo explicando passo-a-passo, então demanchei uma calça na estampa de oncinha (que eu não usava mais) e olha no que deu! Pra fazer o lacinho, também procurei na intenet. Gente eu fiz tudo do zero. Nem laço eu sabia fazer!


Aí eu me empolguei e olha o que eu fiz também: sachês perfumados.


E me sendindo uma verdadeira artezã kkkkkkkkkkkk fiz este porta-bloco com cartonagem. Como a primeira caixa deu certo, corri à loja e comprei mais caixinhas e fui tentando outras técnicas. Esta foi com uma foto de Gabri.

 Mesclei tecido com tintura. Tô aprimorando kkkkkkkk.





Fiz este porta maquiagem usando caixa de MDF e uma caixa de remédio. Agora aqui em casa nada se joga fora sem antes eu ter certeza de que não pode ser aproveitado nas minhas artes.



 Estou super empolgada e adoranto fazer artezanato. Vou navegando por aí em busca de aprendizados e novas idéias, quem sabe eu não viro artezã de fato kkkkkkkkkkkkk.


Você encontra organização doméstica aqui: http://anaafonsoorganizer.com.br/
Vídeo sobre como fazer porta-bloco aqui: http://www.youtube.com/watch?v=LKMF1wZqdow
Aqui eu aprendi a forrar a caixa de madeira com tecido: http://www.youtube.com/watch?v=uWffJpSD1jc 





sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Economia Doméstica

Algum tempo postei sobre meus aliados na limpeza diária: ver aqui. O mop é muito bom, principalmente que eu não preciso colocar minhas mãozinhas para torcer o pano, faço isso no próprio balde que vem com o cesto. O inconveniente é que logo o refil desgasta e tem que ser trocado por outro, e lá vai dinheiro. Sem contar que acho difícil desenroscar e tirar para lavar. Tive um uma vez que o cabo enferrujou e comprei outro. Então, pensando o que poderia fazer para substituir sem ter que comprar outro refil e já que gosto de limpar o piso da casa com toalhas de banho velhas, encardidas e feias para serem expostas no banheiro, tive a brilhante idéia e compartilho com vocês:

Use uma toalha de banho ou de rosto velha, uma tesoura e o cabo do mop:  
 

Corte a toalha no tamanho desejado, caso seja uma toalha de banho. Dependendo da toalha, corto ao meio, porque não gosto de muito grande não, porque quando úmida, fica pesada, dificultando o movimento. Depois, corte um pequeno orifício no centro da toalha para passar o cabo do mop, assim ó:  

Agora você já pode limpar sua casa com economia:

 Espero que seja útil, pois temos que saber usar nosso dinheirinho com sabedoria.

"Porque a sabedoria serve de defesa, como de defesa serve o dinheiro; mas a excelência do conhecimento é que a sabedoria dá vida ao seu possuidor." Eclesiastes 7:12 


Você pode encontrar mais informações sobre economia doméstica em http://time-warp-wife.blogspot.com/. Aqui você vai encontrar ótimas matérias sobre organização blog da Roseli e o blog da Alessandra. Fiquem com Deus e bom final de semana.




quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Organização Escolar

Conforme falei no post anterior nossas férias acabaram e as aulas começaram. Como mãe, me sinto 100% responsável pela educação secular de minha filha. Aqui no Brasil, não é regularizada a educação domiciliar, ver aqui: http://eddomiciliar.blogspot.com/, então delego esta tarefa a uma escola particular.


Mesmo eu não sendo sua professora, ainda sou responsável por sua educação. Sou totalmente contra pais que acham que somente a escola tem a responsabilidade de educar seus filhos, cobram da escola e dos professores, principalmente se é uma escola particular, mas eles mesmos não têm compromisso algum com seus filhos. Penso que tem que ser em conjunto: pais e escola.


Assim sendo, acompanho Gabriela nos deveres de casa, reviso seus cadernos e passo atividades complementares diariamente.


Ela tem seu cantinho de estudos e horários para fazer suas atividades extra-classe.






Olha ai a minha boneca estudando.

Muito antes do início do ano letivo, ainda nas férias, eu já havia providenciado o material que Gabri iria usar.

Deixei tudo organizado e etiquetado nos seu lugares para facilitar nossa vida.

Reservei esta parte do guarda-roupa para colocar o material escolar.


Visão do interior da mochila escolar.






Aqui a mochila, lancheira e a garrafinha de suco que ela leva dentro da lancheira.









Estes são os estojos: o da Jolie coloquei os lápis de cores, e o transparente está sendo usado para cola, lápis borracha, apontador e tesoura.















Coloquei o estojo tranparente dentro do outro maior, assim ficou 2 em 1:






Estes são os cadernos:







E aqui os livros:


Tanto nos cadernos quanto nos livros eu uso uma capa plástica transparente, assim ele ficam conservados durante todo o ano. E por ser transparente é fácilita a visualização da capa.

"Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre o seu galardão."
Salmos 127:3

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Fim da Folga

As férias acabaram por aqui. Estamos, aos pouquinhos, retomando nossas atividades. Voltei a trabalhar, Gabriela retornou às aulas, e na próxima semana começam suas atividades extra-classe: piano, inglês, musicalização e por ai vai.
Estar em férias é sempre bom. O legal mesmo foi estar juntinho de minha filhota em momentos de divertimento. Como o calor por aqui não é brincadeira, fomos passar alguns dias em Guarapari, no ap de minha prima. A casa estava cheia de crianças. Elas brincaram até não poder mais. Fiquei lembrando da minha época de criança quando nas férias escolares ia para Muniz Freire, interior do Estado e brincávamos o dia inteiro com nossos primos. "Eita" tempo bom aquele, viu? Mas como não dá pra voltar no tempo, contento-me em ver minha filhota se divertindo com os primos dela. O tempo passou e a geração é outra, agora são nossos filhos que se divertem nas férias.

Dê uma olhadinha neste vídeo abaixo: Gabriela fez um pequeno lago para si, na praia.













Neste vídeo, Gabriela e sua prima Izabela encontraram o Monstro da Praia (seu primo Vitor) kkkkkk.







Agora, com as energias revigoradas, começamos com a Graça de Deus nosso ano letivo.

sábado, 28 de janeiro de 2012

Confusão Mental III - Quem Educa Nossos Filhos?






Crianças criadas por pessoas que não são seus pais não estão recebendo a disciplina e os treinamentos necessários: "Educa a criança no caminho em que deve andar. E quando ele for velho, não se desviará dele." {Provérbios 22:6}

Tempo atrás uma colega minha teve que contratar o serviço de uma babá para ficar com seu filho, enquanto ela trabalhava. Alguns dias depois ela ficou sabendo que a babá era fugitiva da polícia por ter matado alguém lá onde morava. Quantas vezes já assistimos em noticiários babás que são flagradas batendo ou maltratando crianças. Devido a nossos trabalhos fora de casa muitas vezes temos que confiar nossos filhos a pessoas que não conhecemos, que não sabemos seus costumes e muito menos o que estão ensinando para nossos filhos enquanto estamos fora de casa e eles sozinhos com outras pessoas.

Deixamos nosso papel de educadora de nossos filhos, para a escola, creches, babás, empregadas, parentes e outros. Fugimos de nossa responsabilidade de mãe e nos voltamos ao trabalho com a desculpa de que trabalhamos fora por causa de nossos filhos. Para atender a demanda material deles, o que nos leva a confusão nº4, no prox post.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Confusão Mental II - Prioridade


Qual a prioridade?

Quem é prioritário em sua vida, depois de Deus?
O relacionamento com nosso marido pode ser abalado se priorizarmos o trabalho fora de casa e não nosso cônjuge.
Eu sinto muito isso. Durante o período da manhã estou no escritório. À tarde vou para a casa e cuido dos afazeres domésticos. À noite, estou um bagaço, sem um pingo de condições físicas e emocionais para dar atenção ao meu marido. Como minha prioridade é meu relacionamento conjugal, tento ao longo do dia, fazer ou deixar de fazer algumas coisas para que eu esteja em condições de ser toda dele, nem que sejam 15 minutos para estar com ele, conversar, trocarmos ideias ... enfim, ter minha atenção voltada para ele.
Continua no px post

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Confusão Mental I




"O feminismo é uma mistura de idéias confusas onde as mulheres são livres quando servem a seus empregadores, mas escravas, quando elas ajudam a seus maridos."
~GK Chesterton~

Foi pensando assim que as mulheres partiram em massa para o trabalho fora de casa. Crescemos achando que nossas vidas não têm valor se não tivermos educação e carreira. E isso trouxe algumas destruições.

Em hipótese alguma sou contra a mulher trabalhar fora de casa, mesmo porque seria hipocrisia de minha parte, já que trabalho fora de casa por meio período. Exatamente por isso, posso afirmar que faço muita falta em casa, tanto para meu marido, minha filha e para mim mesma, pois assumindo 2 papeis (dona de casa e profissional), muitas vezes não tenho tempo para mim mesma. Por isso sei, por experiência própria, das vantagens e desvantagens da jornada dupla, bem como das confusões de ideias que podem me identificar como livre ou escrava.

Confusão nº 1:
Quem é o líder?
A falta de um líder no lar pode arruinar um casamento. Nenhuma instituição pode existir sem um líder. Quando o homem é o único provedor na família, achamos que ele é o líder. Mas e quando são os dois, marido e mulher, que sustentam economicamente o lar? Os 2 são líderes? E se for o caso da mulher ter um salário maior que o salário de seu marido, ou o único meio de sustento do lar, seja por desemprego do marido ou por motivo de saúde que o afaste do trabalho, isso faz dela a líder? Nós olhamos para o que move este mundo, o dinheiro. Achamos que se é o homem que tem o domínio do dinheiro, então o líder do lar é ele, mas se é a mulher que sustenta o lar, então é a mulher a líder, e se caso são os dois que levam dinheiro para casa, então os 2 são líderes. Mas Deus não vê assim.


Deus não olha para o dinheiro (Mas disse-lhe Pedro: O teu dinheiro seja contigo para perdição, pois cuidaste que o dom de Deus se alcança por dinheiro Atos 8:20). Deus olha para o ser humano, para a família em conjunto, para os dois, que agora são uma só carne. (E, se uma casa se dividir contra si mesma, tal casa não pode subsistir. Marcos 3:25). O homem continua sendo o líder da casa e o cabeça da mulher. Por sua vez, ela continua sendo a ajudadora idônea de seu marido. Nada muda de acordo com a palavra de Deus. O salário da mulher que trabalha fora é a forma dela “ajudar” seu esposo. Não temos respaldo bíblico para alegar que a mulher não deve trabalhar fora, mesmo sendo a maldição dada por Deus diretamente ao homem: (e a Adão disse: ... no suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra. Gênesis 3:19).

Continua no px post

Você pode gostar disso também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...